Amigo é coisa para se guardar

“Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito
Mesmo que o tempo e a distância digam “não”
Mesmo esquecendo a canção
O que importa é ouvir
A voz que vem do coração”

Diogo e Eu curtindo o sol, o mar...
Diogo e Eu curtindo o sol, o mar...

Foi bom ter este amigo por perto, na praia do Pinho, depois de uma longa convivência na Colina do Sol, pois nós dois moramos lá no mesmo período. Um garoto alegre, cheio de vida. Passamos anos sem nos encontrarmos. Neste carnaval, fomos juntos para a praia.

Descida pelo penhasco até a praia
Descida pelo penhasco até a praia

Uma das coisas que eu não esperava, era o caminho íngreme lá de cima do Paraíso da Tartaruga até a praia, lá embaixo. Tínhamos que nos equilibrar nas pedras que formam o penhasco até o mar. Era meu desafio, depois da cirurgia do cotovelo, descer por pedras e fendas. Chinelos nas mãos, câmera fotógrafica no ombro. Mas com uma das mãos bem segura pelo Diogo, que prometia: não vou te deixar resvalar e nem cair nas pedras. Confia em mim, segura firme minha mão.

Caminhando na praia
Caminhando na praia
Curtindo a onda
Curtindo a onda
Tem futuro como modelo
Tem futuro como modelo

Fomos juntos para a praia, passamos o dia, não quisemos voltar com os outros para o almoço. Caminhamos, tomamos banho de mar. Só que quando começou a cair a tarde, nuvens escuras e grossas surgiram no céu. Fiquei apreensiva! Se chover como vou subir àquelas pedras para voltar ao Paraíso da Tartaruga?!

Nuvens carregadas de chuva na praia
Nuvens carregadas de chuva na praia

Não deu outra, caiu um “toró” e, para esquecer a subida, fui tomar banho de chuva com o Diogo. Estava uma delícia, esfreguamos areia no corpo para deixar a pele macia.

O mar quando chega na praia...
O mar quando chega na praia...

Cansados do mar, da areia, das caminhadas e corridas na chuva, voltamos famintos para casa, e a muito, o horário do almoço já tinha passado.

O dia inteiro curtindo a praia
O dia inteiro curtindo a praia
Acompanhando o Diogo na praia
Acompanhando o Diogo na praia

Tomamos uma chuveirada rápida e combinamos de ir lanchar no bar do camping.

Chegamos atrasados lá também e a cozinha estava fechada. O que fazer os dois vestidos só com uma canga?!

Toca o carro para a primeira lanchonete aberta. Tudo fechado. Mas que hora são? Passava das onze da noite. Vamos encarar um restaurante. Mas assim de canga? Morrer de fome é que não vamos. Bora lá.

Modelito "só canga" no restaurante
Modelito "só canga" no restaurante

Chegamos em um restaurante na praia do Estaleirinho, minha canga tinha virado vestido, a do Diogo um modelo estilizado do saiote escocês.

Sentamos em um cantinho no restaurante para não chamar atenção e comemos uma anchova grelhada, maravilhosa. Voltamos completamente satisfeitos do restaurante.

Animação "velocidade 5" no FunK
Animação "velocidade 5" no FunK

Nos preparamos para o baile de carnaval, isto é, troquei a canga, e o Diogo colocou a bermuda. E fomos a dupla mais animada do salão, dançando um funk.

Amigo pode contar sempre comigo para o que der e vier!

3 thoughts on “Amigo é coisa para se guardar

  1. Oi Glacy! Fiquei sem palavras pela homenagem nese post. Não tenho como agradecer à altura do que você escreveu, pois realmente me tocou e impressionou. Eu que agradeço. Conviver contigo é muito bom. Obrigado por tudo. Um beijão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *