Em qual dos congressos daremos a boa notícia aos naturistas?

Complexo do Pinho
Complexo Praia do Pinho/SC
No detalhe Marcelo e Carina na praia do Pinho
No detalhe, Marcelo e Carina trabalhando na praia do Pinho

Estamos às portas de um novo Congresso Brasileiro de Naturismo (CONGRENAT). Este ano será realizado no Complexo do Pinho, em Santa Catarina, no último fim de semana de fevereiro.

O congresso no Mirante do Paraíso
A família Manske no congresso do Mirante do Paraíso/Igaratá/SP

De onde vem a força que move esta engrenagem tão importante para o desenvolvimento organizado do naturismo?

Presença macissa de naturistas em Igaratá/SP
Presença maciça de naturistas no Mirante/ Igaratá/SP

Talvez me ocorra, que em movimentos pequenos como este, muitas vezes são discriminados por vários segmentos da sociedade, inclusive da igreja. A força propulsora deste movimento vem da certeza que a luta é válida e importante para a construção do naturismo organizado no Brasil.

Os dirigentos do naturismo com o deputado Gabeira em Brasilia
Os dirigentes do naturismo com o deputado Gabeira, em Brasília
Na frente do senado onde a lei dorme
Nós na frente do Senado onde a lei dorme

O naturismo busca o crescimento e o reconhecimento legal no Brasil: um país de dimensões continentais, com um litoral imenso, um clima temperado e quente a maioria do ano e por isso mesmo, próprio para a prática do naturismo.

Um descendente de Macuxi praia de Tambaba/PB
Julíndio, um descendente de Macuxi na praia de Tambaba/PB
A familia ensina os primeiros passos no naturismo ao filho
A família ensina os primeiros passos no naturismo ao filho, em Tambaba/PB

É um país jovem, só tem quinhentos anos. Guarda na memória os outros mais de mil em que passearam pelo nosso litoral, homens e mulheres nus, sadios e vistosos, buscando banhar-se e pescar nas águas, outrora despoluídas do oceano Atlântico.

Me banhando na imensidão do Atlântico
Banhando-me na imensidão do Atlântico, na praia do Pinho/SC
Um casal admirado e respeitado no meio naturista
O casal Elias e Lili pisando nas areias de Tambaba/PB

Trazemos esta herança traçada no encontro de brancos, índios e negros neste litoral gigante. Isso nos orgulha tanto. Porque não iriamos nos orgulhar de nossos corpos nus, nos banhando e alegremente nos encontrando para confraternizarmos, na beira da areia, saboreando um bom prato de peixe!?

Aqui Tannús e João Olavo com o deputado federal/RS
Tannús e João Olavo conversando com o deputado federal Ronaldo Zulke/RS
Etacir e Marcelo no gabinete de Gabeira em Brasilia
Etacir e Marcelo em visita ao gabinete de Gabeira, em Brasília

Espero que não esteja longe o momento em que poderemos anunciar a lei que dorme lá no congresso nacional por mais de treze anos, já foi sancionada.

A tranquilidade do casal pescando na beira da praia
A tranquilidade do casal pescando na beira da praia
As águas transparentes da Ilha de Jurubá/RJ
Eu mergulhando nas águas transparentes da Ilha de Jurubá/RJ

Com o naturismo legalizado, poderíamos desenvolver o turismo naturista, preservando as áreas de reservas naturais do nosso litoral, mostrando as belezas e as delícias de se morar em um país tropical, com centenas de praias naturistas, para o mundo todo usufruir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *