Quem disse…

Quem disse que no Brasil não funciona Happy Hour com nudez opcional?

Que o brasileiro não está preparado?

Vamos pagar para ver?

Promover um evento, com a nudez opcional, é só uma desculpa, para se manter vestido em um ambiente onde, se deveria ficar nu. É o que se ouve. 

Também se ouve, promover um Happy Hour em um bar com endereço conhecido, divulgado nas mídias sociais, vai haver voyeurismo, elementos suspeitos, sentados em um canto espionando.

Tem que experimentar primeiro para dizer se funciona ou não.

Quer saber, apesar de todos os senões, continuamos apostando.

Vamos fazer um Happy Hour Nu.

Nos demos as mãos Vonteesebar, Brasil Naturista e Blog da Glacy.

Chamamos a Sabrina e topamos o desafio,um por todos e todos por um.

O evento aconteceu, quinta-feira dia 16 maio, lotou o espaço do bar, até a imprensa Gaúcha/ZH compareceu e fez uma crônica maravilhosa sobre, pele, pelo e olhos nos olhos.

Porto Alegre tornou-se a primeira capital brasileira a ter um evento cosmopolita, que tem acontecido em Londres e Paris, com o maior sucesso.

Todos os que compareceram na sua grande maioria ficaram nus, confraternizaram, trocaram amenidades e conhecimentos sobre a filosofia naturista, cujo mote diz,respeite a si aos outros e a natureza harmonizando-se.

Funcionou.

E nos nem tocamos na onda conservadora que se instaurou no Brasil e boa parte do Mundo.