Vou falar daqueles que se encontraram no encontro

Dois momentos comoventes, não foram registrados pelas minhas lentes e não possuo as fotos.

Na palestra de sensibilização do presidente do Naturismo Capixaba, Evandro Telles, o encerramento foi com um vídeo: Eu só peço a Deus de Mercedes Sosa.

Na hora de rodar o vídeo deu um probleminha técnico qualquer enfim, o púbico ali presente aguardando, um certo nervosismo do palestrante e dos que tentavam resolver.

Tudo sobre controle aparece no telão às imagens e o vozeirão de Mercedes Sosa rasgando o ar, em uma noite quente na beira da piscina. Foi de arrepiar!

Estávamos sentados ao redor da piscina, alguns dentro da água, o som tomou conta, fomos dando as mãos uns aos outros e, embalados pela música, fomos levantando, em um semicírculo dançamos e pedimos a Deus..que a dor não me seja indiferente…Que a morte não me encontre um dia…Solitário sem ter feito o que eu queria…

Momento único, de uma energia que permeou a todos ali presentes e deu voz ao inesperado.

O outro momento foi no encerramento do encontro, quando o presidente ao final passa a palavra, ao naturista Jorge recém-chegado ao grupo, que pediu para dar seu depoimento da felicidade que o mesmo sentia, aos 69 anos, de estar ali, junto com sua esposa Marisa, pela primeira vez praticando o naturismo em sua vida.

Mal continha a voz de tão emocionado por sua estreia oficial no naturismo e, queria fazer um convite a todos ali presentes, que quando passassem por São Francisco do Sul, uma belíssima ilha de Santa Catarina, fossem visita-lo, teria um imenso prazer em receber a todos.

Ele continua falando de sua emoção: – Eu conhecia a felicidade de definições, de ouvir falar, algo meio abstrato, que a gente sente mais não vê. Mas, ali naquele encontro, ontem eu me deparei com a felicidade de forma concreta. E esta felicidade tem nome.

Apontou para mim, que estava sentada na primeira fila e disse o meu nome. Eu fui pega de surpresa e não consegui segurar a emoção, comecei a chorar.

Seguiu falando e pediu para cantar uma musica em minha homenagem e solicitou que todos cantassem junto com ele, levantei. Aquela manifestação me desmontou, eu chorava copiosamente com uma plateia emocionada, eles cantavam e choravam juntos comigo.

O que mais posso dizer depois de ter vivido tudo isso?

Você não escolhe o naturismo depois de estar preparado para ele ou mais velho, mais experiente.

É mais velho que realmente temos condições de escolher o essencial, que vai nos trazer a felicidade.

Vamos poder finalmente dizer: Eu encontrei meu lugar no mundo!  E isso só quem vivencia sabe reconhecer.

Não fiquei com as fotos para mostrar, como costumo fazer mas, o registro ficou guardado nas minhas emoções e, vou carregar comigo por toda minha vida.

Dia mundial da nudez total

Hoje, 05 de junho, se comemora o dia mundial do naturismo.

Pe. Otávio, o "menino do dedo verde"
Pe. Otávio, o "menino do dedo verde", junto a sua plantação de rosas

Minha homenagem a uma pessoa, que segundo a meu ver, representa muito bem o nosso naturismo.

As rosas plantadas por ele crescem em direção ao céu
As rosas plantadas por ele crescem em direção ao céu

Ele é um homem em paz com a natureza, dedicou sua vida a ela, amando-a e respeitando-a.

Ele fala com as rosas que não falam mas, exalam o perfume...
Ele fala com as rosas que não falam mas, exalam o perfume...

Ele como São Francisco, contrariando os valores da sua época, desnudou seu corpo, pois sua alma já se encontrava livre.

Ao lado de sua mulher Zenir, companheira de uma vida
Abraçado por sua mulher Zenir, companheira de uma vida

Eu o chamo de “menino do dedo verde”, tudo que ela planta na terra, nasce.

Ao lado da mulher e de sua irmã no restaurante da Colina do Sol
Ao lado da mulher e de sua irmã no restaurante da Colina do Sol

A energia deste homem pode ser sentida ao longe, seu corpo miúdo parece flutuar ao invés de caminhar.

Conversando com as amigas na festa do Elan/2010/Colina do Sol
Conversando com as amigas na festa do Elan/2010/Colina do Sol

Tive o prazer de conhecê-lo na Colina do Sol, onde morou, por um bom tempo, com sua família.

Ele cultiva as almas, como um bom jardineiro me cativou
Ele cultiva as amizades, como um bom jardineiro, me cativou

Ao Pe. Otávio, deixo aqui meu, muito obrigadopor seu exemplo de vida dedicada a cultivar: a terra, a família e aos amigos.

Como um bom pastor cuida bem de seu rebanho.

Hoje vamos todos comemorar juntos

O aniversário é da Miriam Lúcia, mas a alegria é minha em escrever este post como forma de contar um pouco a importância dela no meio naturista brasileiro.

No 31º Congresso Internacional de Naturismo
Miriam, Franco e Evânio/ 31º Congresso Internacional de Naturismo

Seu sorriso aberto contagia a todos que estão por perto. Ri até na adversidade.

Na praia de Tambaba com o marido e os amigos
Na praia de Tambaba com o marido e os amigos

É guerreira, está sempre nos incentivando para ver o naturismo no Brasil consolidado. Não mede esforços para isso! O fato de estar do outro lado do oceano não é nenhum obstáculo.

No 14º CONGRENAT no Mirante do Paraiso
No 14º CONGRENAT, no Mirante do Paraíso

O aniversário como já falei é dela, o presente é nosso, pois temos uma naturista atenta a tudo que acontece dentro da Federação Brasileira de Naturismo.

Servindo o jantar em sua casa na Itália
Servindo o jantar em sua casa na Itália

Mesmo tendo seguido os apelos de seu coração e ido morar na Itália, e hoje com cidadania italiana, é a “prima donna” do Conselho Maior da FBrN.

Passo apressado para não perder nada
Passo apressado para não perder nada no encontro

É nossa e ninguém tasca! Só Dio viu ela primeiro quando veio ao mundo, já peladinha como autêntica naturista e aos berros como boa descendente de italianos.

chegando na praia animadas
Chegando na praia de Tambaba, animados...

Miriam de Dio seja muito feliz! Realize nosso desejo de te encontrar em breve com muita saúde, cheia de energia e entusiasmo discutindo e levando junto do peito a bandeira naturista.

Defendendo um naturismo sustentável/ III Elan na Colina do Sol.
Defendendo um naturismo sustentável/ III Elan na Colina do Sol