Colina do Sol por um dia…

O sol nasce na Colina...
O sol nasce na Colina...

Este é o último dia do mês de junho. Acordo cedo e dou uma espiada por entre a cortina da janela do quarto da pousada, no Clube Naturista Colina do Sol..

O sol ilumina com os primeiros raios a quadra de voleibol...
O sol ilumina com os primeiros raios a quadra de voleibol...

Vejo os primeiros raios de sol iluminando o dia lá fora. Está tão agradável à cama, naquele dia de inverno, fico um pouco mais e, quando puxo a cortina novamente, o que vejo lá fora é uma densa neblina.

Desce a neblina na quadra de voleibol...
Desce a neblina na quadra de voleibol...

Começa um dia totalmente diferente.

Eu e Marcelo enfrentando a neblina para tomar o café da manhã...
Eu e Marcelo enfrentando a neblina para tomar o café da manhã...

Saimos da pousada caminhando por entre neblina, cenário perfeito para um filme de suspense.

Verônica e eu no calor do fagão de lenha...
Verônica e eu servindo o café de chaleira...
A mesa do café da manhã...
A mesa do café da manhã...
Na cozinha Etacir e Marcelo ao redor do fogão a lenha colocam a conversa em dia
Na cozinha Etacir e Marcelo ao redor do fogão a lenha colocam a conversa em dia

Às nove horas, conforme horário combinado, fomos tomar o café da manhã com os nossos amigos, na cabana deles, no quentinho do fogão a lenha, uma mesa repleta de coisas boas e muito conversa para colocar em dia.

O céu dividido entre a neblina e o sol...
O céu dividido entre a neblina e o sol...

Ao final do café, o dia esta dividido no céu, metade é neblina a outra metade é o sol.

O sol venceu...
O sol venceu...

Na disputa, próximo ao meio dia, vence o sol, completamente diferente de como iniciou, o dia esta ensolarado e quente.

No passeio encontrei um vó Raul feliz com o neto na pilcha de gaúcho...
No passeio encontrei o vó Raul com seu neto vestido de gaúcho
Apreciando a vista e tomando banho de sol...
Apreciando a vista e tomando banho de sol no deck da sede do clube...

Fui passear pela vila, aproveitando o veranico para tomar banho de sol.

Com o dia ensolarado pude passear a vontade na Colina...
Com o dia ensolarado pude passear a vontade pela Colina...

À beira do lago nos encontramos para uma despedida emocionante.

João Neri tocou divinamente sua flauta na despedida da sócia Cris Hoy...
João Neri tocou divinamente sua flauta na despedida da sócia Cris Hoy...

Eu e mais uma grande parte dos sócios estávamos ali presentes para uma cerimônia de adeus: uma parte das cinzas de uma amiga falecida, uma das primeiras sócias do clube, seria depositada em um canteiro aos pés de um girassol.

Pe. Otávio, Zenir e outros presentes jogaram as cinzas no lago...
Pe. Otávio, Zenir e outros presentes jogaram as cinzas no lago...

Ao som de flauta, como fundo musical, a música comovente se espalhou pelos quatro cantos da Colina enquanto, outra parte foi colocada no lago.

Uma tarde quase de "verão"
Uma tarde quase de "verão"

O sol continuou a brilhar firme e já no inicio da tarde enquanto o tradicional churrasco estava sendo preparado na churrasqueira nos fundos…

Reunião dos jovens colinenses com a diretoria do Clube Naturista Colina dos Sol
Reunião dos jovens colinenses com a diretoria do Clube Naturista Colina dos Sol

Na parte da frente, no alpendre da cabana, acontecia uma reunião de jovens colinenses com a diretoria do clube.

Duas gerações pai e filho naturista buscando um futuro...
Duas gerações: pai e filho engajados nas questões do clube naturista...

Eles mostraram um projeto, executado por eles, de uma área de lazer para os jovens, dentro do clube.

Jovens naturista pelas ruas da Colina...
Jovens naturista pelas ruas da Colina...

Muitos deles nasceram e se criaram em área naturista. A ideia é confraternizarem entre eles, baseados na experiência inédita que ali vivenciaram.

Esta turma mostrou a que veio...
Esta turma mostrou serviço...

Então, nada mais natural, que sejam eles que continuem contando esta historia para outros jovens. Como diz a letra da musica:

Avesso do Avesso.

Foi preciso ir além das palavras
pra ver o que sempre senti.
O que procurei, soube, vivi,
mas de que tantas vezes também fugi.

Como grandes verdades refletem hoje feixes de luz.
São espelhos tudo o que encaro.
Algo puro desperta e me conduz com olhos sem passado.

Não importa mais o que ficou pra trás, pois somos eternos.
Não em outros mundos, promessas ou reinos.

É AQUI MESMO!
Esquece o tempo de dor e arrependimento.
Vem comigo pro avesso do avesso.

Reconheço o avesso do avesso.
Todo fim é só um recomeço.

Particelli

E o dia encerrou com este belo por do sol...
E, o dia encerrou com este belo por do sol...