Um salto para liberdade.

Gente jovem reunida na praia de San Sebastian/Barcelona/Espanha
Gente nua reunida na praia naturista urbana em San Sebastian/Barcelona

Jovem não espere a maturidade para experimentar a liberdade que o naturismo proporciona na pratica da nudez.

No meio das falésias no nordeste brasileiro
No meio das falésias no nordeste brasileiro

Faça o desafio de despir o corpo. Salte para uma um encontro inesperado com a liberdade.

Esse é o barato que se experimenta quando estamos nus. Não há disfarces, não dá para esconder quem realmente é estando nu.

Surfando na praia de Tambaba/Conde/Paraíba
Surfando na praia de Tambaba/Conde/Paraíba

Um mundo feito de aparências desaba, e o anteparo feito de tecidos, quase uma segunda pele, é apenas sua roupa, aprisionando um corpo louco para se soltar.

O nu é bonito, e é para ser mostrado em qualquer idade.

Familía naturista na Aldeia Flor D'Água/ Conde/Paraíba
Familía naturista na Aldeia Flor D'Água/ Conde/Paraíba

Olhe para uma criança, observe a liberdade de seus gestos, quando esta nua, quando ainda não esta condicionada pelo uso das vestimentas.

Viva solto dentro da sua pele e não com suas roupas.

Participando de um encontro naturista  semanal na piscina olímpica de Barcelona
Participando de um encontro naturista semanal na piscina olímpica de Barcelona

A liberdade é garantida no seu nascimento. Lute pelos preconceitos adquiridos com suas vestes. Se envergonhe por passar uma vida escondido por tecidos e grifes.

Conectado no meio do oceano na ilha naturista de Jurubà/Rio de Janeiro
Conectado no meio do oceano na ilha naturista de Jurubà/Rio de Janeiro

Este é um mundo construído para diminuir o homem, torna-lo cabide de propaganda para marcas, que determinam quem você é pelo que veste.

No meio da floresta em Koversada/Croácia
No meio da floresta em Koversada/Croácia

E o homem é maior que a roupa que o esconde.

Se descubra tirando as vestimentas. A grana que você gasta no jeans, no tênis e na mochila de marca, podem ser investida com viagens, cultura e intercâmbio. Você livre para escolher o que quer da sua vida.

Viajando pelo muno afora em busca de novas experiências e paisagens
Viajando pelo muno afora em busca de novas experiências e paisagens

O seu corpo grita pedindo passagem para viver outras experiências também fora da vida cibernética.

A nudez mostrada na midía em um programa voltado para o público jovem
A nudez mostrada na midía em um programa voltado para o público jovem: Pânico na TV

Por mais sofisticação e materialização que a sociedade exiba, estamos nus e geneticamente iguais aos nossos antepassados de duzentos mil anos atrás.

O efeito cebola

Foi o nome que eu dei para explicar a uma amiga a causa e efeito do gesto de tirar a roupa, mostrando-se publicamente nu em uma praia, clube ou reunião naturista.

O grupo de naturistas Catalões que nos recebeu na praia
O grupo de naturistas Catalães que nos recebeu numa praia espanhola

O naturismo vê no nu uma forma de revitalizar o físico e de respeitar o planeta. A ideia é de dessexualizar o nu, pois realizando pelado todas as atividades cotidianas, o naturista banaliza a nudez, instaurando igualdade e simplicidade na relação com os outros.

Cozinhando no cotidiano
Cozinhando no cotidiano
Nadando na piscina
Tomando banho na piscina

Ela me chamou no facebook, para perguntar sobre o naturismo. Nos conhecemos há anos, do tempo da faculdade. Agora, esta ideia começou a ser mais viável na sua cabeça.
– Eiee! Estou pensando em conhecer um local naturista. O que tu achas?
– Fico muito contente, eu disse. No íntimo sabia que, indiretamente, eu a influenciava com meu blog. Ela, curiosa, acompanha tudo que eu escrevo sobre naturismo.
– Fico em “cólicas” só de pensar na hipótese de visitar um lugar destes. Como é ficar nu na frente de todo mundo?

Conversando animadamente na praia
Conversando animadamente na praia

Comecei então a discorrer sobre o “efeito cebola”. – Para tirar a roupa em público, socialmente, primeiro temos que vencer o preconceito, a vergonha, os tabus… E tudo aquilo que nos foi ensinando, ao longo da vida: que é feio mostrar o corpo nu, ele deve permanecer oculto, por debaixo das diversas camadas de roupas.

Naturalidade para caminhar no parque...
Naturalidade para caminhar no parque...

Precisamos enfrentar nosso preconceito, com o próprio corpo, no total ou em partes. Explico:
tem partes de nosso corpo que não queremos ver e nem mostrar, elas ficam ali, esquecidas, como se não existissem. Ao menos que, enfrentando o nosso preconceito, tomando a decisão de tirar toda a roupa, na frente dos outros, também nus, isto passe a ser encarado com naturalidade.

Muito equilibrio para surfar nu
Muito equilibrio para surfar nu

Uma maneira de integrar as partes ao todo é descobrindo-se um ser humano completo, igual a todo mundo. A igualdade nos aproxima.
Este é o ponto, ver o outro exatamente como veio ao mundo, na idade em que, há muito tempo, nem os pais conseguem vê-lo nu, que dirá outras pessoas, desconhecidas ao meio familiar.

Pessoas e lugares distantes do convivio familiar
Pessoas e lugares distantes do convívio familiar

A opinião da família conta bastante. Qual vai ser a reação deles? O que vão pensar de mim? E desta loucura toda?
Isto fica como camadas que, aos poucos, vamos retirando até ficarmos completamente nus e libertos dos preconceitos que nos aprisionam.
O nu real é aquele que nos permite descobrir nosso afeto, pelas nossas imperfeições, que nos remente a inocência de quem não é capaz de julgar o próprio corpo.

Aceitando-o como ele é, com seus registros, suas marcas de nascença ou adquiridas, isso compõe sua singularidade. O que lhe dá nome e personalidade!

Seu corpo é sua singularidade
Seu corpo é sua singularidade

Como definem as escrituras; somos argila, com setenta por cento de água, dando forma e estrutura a um ser humano. Outros dizem, somos poeira de estrelas.

O caminho...
O caminho...

Então pergunto: para que complicar e colocar mais a camada da indecisão, nesta escolha? Por que postergar, indefinidamente, a possibilidade de viver esta experiência?
Opte pela simplicidade, do caminho direto, da harmonia do corpo com a natureza, sem a interface das roupas.

A singeleza...
A simplicidade de estar nu junto à natureza

O gesto pode ser simples, mas não é necessariamente fácil. Tirar a roupa e mostrar-se requer atitude e isso, minha amiga, você tem de sobra. Seja benvinda!

Chegou a hora da rapaziada bronzeada mostrar seu valor

Na cerimônia de entrega da premiação concentrado como um homem grande
Na cerimônia de entrega da premiação, concentrado como um homem grande
Ele é um ponto deslizando de prancha na imensidão do mar
Ele é um ponto deslizando de prancha na imensidão do mar

Neste último fim de semana, Tambaba realizou seu IV Open de Surf Naturista.

Voando na crista da onda
Voando na crista da onda
Corpo e onda numa coisa só
Corpo e onda numa coisa só

A rapaziada aproveitou, nesta oportunidade, para mostrar às pessoas ali presentes, que dominam como ninguém as ondas da praia.

Ele vai para o mar mostrar o seu valor
Ele vai para o mar mostrar o seu valor
Aqui ele olha atentamente e espera o melhor momento de subir na onda
Aqui ele olha atentamente o mar e espera

Um garoto, em especial, chamou a atenção de todos por sua intimidade com as ondas, apesar de sua pouca idade.

Agora sim ele surfa na onda
Agora sim ele surfa na onda

Incentivado pelo pai, sempre presente a seu lado, ajudando-o a enfrentar o mar, o garoto surfou igual a  muita gente grande.

Aqui ele recebe ajuda do pai
Aqui ele recebe a ajuda do pai
O pai do garoto o maior incentivador do filho
O pai do garoto é o maior incentivador do filho

Concentrado, sentado na prancha, ele esperava o momento, escolhendo a onda que o faria deslizar na crista até chegar a areia.

Pacientemente ele espera a melhor onda
Pacientemente ele espera a melhor onda
Agora sim vem com tudo o garoto
Agora sim vem com tudo o garoto

A força do mar desafia ao homem menino a se desafiar.

O surfista desafiando a onda
O surfista desafiando a onda
Momento em que o surfista mergulha na onda
Momento em que o surfista mergulha na onda

Só experimentando o desafio, não fugindo dele, se conhece a liberdade.

Ele sai do mar satisfeito
Ele sai do mar caminhando satisfeito com o seu resultado

Nenhuma nudez será castigada

Estou na praia do lago, na Colina do Sol, instalada com meu notebook, um conforto contar com wireless, em toda área social. Estou consultando e atualizando os blogs, ao mesmo tempo curtindo um sol.

Na praia consultando notebook
Na praia consultando notebook

Ouço uma voz conhecida, macia e pausada, com um sotaque que não nega, o oficio de padre.

Levanto os olhos, vejo uma figura frágil, vindo em minha direção. Para indeciso, antes de entrar na praia. Ele está vestido eu estou nua, pois a área é de nudez obrigatória.

Eu e o criador do jardim
Eu e o criador do jardim

Vou ao seu encontro para abraçá-lo e dizer da minha alegria de encontrá-lo, depois de muito tempo.

Só de estar perto dele, de olhar para ele, sinto uma ternura. É uma figura ímpar, terna, que contrasta com a rigidez da educação, e do oficio de padre.

Com a mesma atitude, de quem tirou a batina, tirou a roupa e o preconceito. Escolheu a liberdade de viver nu, em uma comunidade naturista.

Apontando o "Dedo Verde"
Apontando o "Dedo Verde"

Ele foi na nossa comunidade, como o “Menino do Dedo Verde”, tudo que plantou, nasceu e cresceu vigorosamente. O canteiro de rosas, que circunda o caminho que vai para o lago, está ali exuberante, para provar o que eu digo.

No restaurante com sua esposa e irmã
No restaurante com sua esposa e irmã

Ela exala por seus poros, simplicidade e sabedoria, adquiridas ao longo de uma vida, dedicadas ao amor.

Amou tudo: as pessoas, aos animais, as plantas, a todas as criaturas de Deus.

Recorte do jardim
Recorte do jardim

Santo oficio este, que o transformou em um excelente jardineiro. Um sábio, que ao cultivar jardins, vai distribuindo beleza e amor.

Ele esta acima do bem e do mal. Na sua nudez, revela sua inocência, que nunca será castigada.

As rosas não falam, simplesmente exalam...
As rosas não falam, simplesmente exalam...

Vai continuar espalhando ao nosso redor, suas rosas, embelezando nossos caminhos. E assim seja, para todo sempre!